Você sabe o que é ser um estudante?


Você é um estudante? Pense bastante antes de responder essa pergunta, afinal, ela tem um significado muito além de apenas frequentar escola ou faculdade. Aqui no artigo, vamos explicar o que é ser estudante e a diferença do termo em relação ao aluno. Segue com a leitura.


Estudante e aluno


No cotidiano, usamos as palavras aluno e estudante como sinônimos, até no dicionário elas são vistas desse jeito. Contudo a ação de ser estudante é algo mais amplo do que ser aluno.


Aluno é aquela pessoa que assiste às aulas e preocupa-se apenas com a nota da prova. Muitas vezes, ele estuda de última hora para passar nas avaliações da escola ou faculdade e faz os trabalhos e exercícios sem muita atenção.


Estudante, por sua vez, é quem estuda instigado pela curiosidade. É a pessoa que presta atenção nas aulas e está sempre fazendo perguntas e questionando os conceitos. Ele não se satisfaz apenas com a explicação do professor. Busca conhecimentos complementares e revisa os conteúdos diariamente.


Para o estudante, a nota da prova é consequência do seu processo de aprendizado e não o objetivo. Por isso, ele presta atenção aos trabalhos que faz e procura aprofundar seus conhecimentos de forma diária.


Os benefícios de ser estudante


Quando você age como estudante, você aprende um assunto e não apenas o decora. Isso quer dizer que as chances daquele conteúdo ser esquecido depois da prova são bem menores. Na verdade, ao longo do tempo, a tendência é a aquisição de cada vez mais conhecimentos.


Outro benefício é descobrir o prazer em estudar, que deixa de ser algo chato ou monótono. O estudante é motivado pela curiosidade e associa os conhecimentos da sala de aula com ações cotidianas. Isso torna o aprendizado algo divertido. Diferentemente de quando apenas ouvimos o professor falar.


Otimizar o tempo também é um benefício de quem é estudante. Os alunos tendem a deixar conteúdos acumulados e, às vezes, acabam virando a noite estudando para uma prova ou fazendo trabalhos. Em outros momentos podem ir para a recuperação ou ficar em dependência em alguma disciplina.


Os estudantes, por sua vez, sabem gerenciar o próprio tempo. Criam um cronograma de estudos e, dificilmente, ficam sobrecarregados.